Vacinação
  • Fifi 1ª vacina

 Quando adquirir um animal, a 1ª consulta é importante para os donos receberem todos os conselhos de alimentação, maneio e prevenção de doenças para que possam proteger o animal nesta fase tão importante da vida, enquanto são bebés. Aqui estão alguns dos conselhos que devem seguir quando se adopta um animal de companhia:

- Estabelecer desde o primeiro dia um período de segurança, em regime de ficar em casa, durante pelo menos 8-10 dias antes de ser vacinado. Poderá, no entanto, nos primeiros dias fazer a desparasitação e a 1ª consulta para receber as melhores indicações.

- A 1ª vacina é realizada após o periodo de quarentena e depois do animal já estar adaptado à nova casa e aos donos, e com a alimentação e as fezes já estabilizadas.

- Nunca dar leite de vaca ao cachorro, dar apenas ração seca granulada adequada para a idade e em alguns casos, quando o cachorro não consegue ainda fazer a preensão do alimento seco, fazer uma transição adequada com dieta mais mole recomendada especificamente pela veterinária.

- Não circular com o animal na rua até ter completado as vacinas contra as doenças infecto-contagiosas

- Não dar banho até ter completado as vacinas contra as doenças infecto-contagiosas.


Protocolo de vacinas:

- Primeira dose de vacina multivalente, das doenças infecto-contagiosas (parvovirose, esgana, leptospirose, hepatite) é realizada às 7-8 semanas de idade, ou seja aproximadamente aos dois meses de idade (e depois do periodo de segurança de 8-10 dias);
- Segunda dose da mesma vacina (reforço) - deve ser feita cerca de 3 semanas após a 1ª;

- Deve fazer um reforço anual desta vacina

Só após 10 dias deste reforço é que o animal pode circular na rua com segurança de imunidade contra doenças infecto contagiosas;

- A vacina anti-rábica só deve ser feita a partir dos 3 meses de idade e  com reforço anual

Aposte na prevenção, o seu melhor amigo agradece!